*mais sobre mim

*Junho 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

*posts recentes

* Acordar o blog adormecido...

* Hot Hot Hot

* ...

* A Sombra do Vento

* Há coisas que nunca mudam...

* Porque é que os jogadores...

* Como ser um verdadeiro ch...

* Novo morador

* Gata preta, gato branco

* Blogodependente

*arquivos

* Junho 2010

* Julho 2007

* Junho 2007

* Maio 2007

* Abril 2007

* Março 2007

* Fevereiro 2007

* Janeiro 2007

* Dezembro 2006

* Novembro 2006

* Outubro 2006

*tags

* todas as tags

*pesquisar

 
blogs SAPO

*subscrever feeds

Segunda-feira, 6 de Novembro de 2006

Paixão

Rui Veloso é um dos poucos cantores portugueses que eu gosto. É triste, mas é verdade. Confesso, que sei de cor algumas músicas populares portuguesas ou músicas ligeiras portuguesas ou ainda, e mais vulgarmente chamada, músicas pimba, mas isso é só por dançar nos bailes das terrinhas. Músicas bonitas,que tocam e  que têm algum significado são as do Rui Veloso. Também confesso que não conheço as músicas todas dele, mas aquelas mais conhecidas e quem ficam facilmente no ouvido, gosto muito. "Porto Côvo" e "Lado Lunar" são algumas das que eu mais gosto, mas a minha preferida é "Paixão". Esta música tem qualquer coisa, não sei se é a letra, não sei se é a música, não sei se é por fazer muito sentido em algumas situações, mas a verdade é que me toca muito. Aqui vai a letra:

Tu eras aquela que eu mais queria
P'ra me dar algum conforto e companhia
Era só contigo que eu sonhava andar
P'ra todo o lado e até quem sabe?
Talvez casar
Ai o que eu passei, só por te amar
A saliva que eu gastei para te mudar
Mas esse teu mundo era mais forte do que eu
E nem com a força da música ele se moveu

Mesmo sabendo que não gostavas
Empenhei o meu anel de rubi
Para te levar ao concerto
Que havia no rivoli
Era só a ti que eu mais queria
Ao meu lado no concerto nesse dia
Juntos no escuro de mão dada a ouvir
Aquela música maluca sempre a subir
Mas tu não ficaste nem meia-hora
Não fizeste um esforço p'ra gostar e foste embora
Contigo aprendi uma grande lição
Não se ama alguém que não ouve a mesma canção

Foi nesse dia que percebi
Nada mais por nós havia a fazer
A minha paixão por ti era um lume
Que não tinha mais lenha por onde arder

Esta letra é qualquer coisa de maravilhosa, de arrepiante....dá para aplicar a várias situações.

Já agora...Parabéns ao Rui Veloso pelos seus 25 anos de carreira!

publicado por Marisa às 13:37
link do post | comentar | favorito
1 comentário:
De Mr. N a 8 de Novembro de 2006 às 21:38
Blah... Rui Veloso... Eu cá sou mais KMFDM ;)
Ao menos não és fã do José Cid! LOL

Comentar post

*links