*mais sobre mim

*Junho 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

*posts recentes

* Acordar o blog adormecido...

* Hot Hot Hot

* ...

* A Sombra do Vento

* Há coisas que nunca mudam...

* Porque é que os jogadores...

* Como ser um verdadeiro ch...

* Novo morador

* Gata preta, gato branco

* Blogodependente

*arquivos

* Junho 2010

* Julho 2007

* Junho 2007

* Maio 2007

* Abril 2007

* Março 2007

* Fevereiro 2007

* Janeiro 2007

* Dezembro 2006

* Novembro 2006

* Outubro 2006

*tags

* todas as tags

*pesquisar

 
blogs SAPO

*subscrever feeds

Segunda-feira, 23 de Abril de 2007

Quem quer ir comigo para a Tunísia?

O fim-de-semana fez-me afastar do blog, por isso, com grande pena minha, não deu para seguir à risca os dias exactos da viagem de finalistas. Agora vou tentar resumir estes três dias num post com menos de um metro de comprimento. :)

5º dia

De volta ao Riadh Palms .

Supostamente uma viagem de finalistas engloba conceitos como: praia, piscina, borga e dormir até tarde, mas naquela semana por terras de muçulmanos eu não soube o que foi dormir até tarde. Era deitar tarde e acordar bem cedinho para comer qualquer coisa antes do restaurante fechar. Os únicos momentos de relax eram aqueles passados à beira da piscina ou no areal da praia a apanhar banhos de sol e a conversar com o pessoal. Ai sim dava para descontrair um pouco dos passeios...

Ainda hoje quando olho para as fotos da piscina do hotel fico com um olhar embevecido. Eu fiquei apaixonada por aquela piscina! Era muito grande, cheia de pontes e corredores óptimos para fazermos corridas. As manhãs a seguir à viagem foram passadas normalmente da mesma maneira: eu, a Sandra, a Paula e a Patrícia levantamo-nos cedo, tomávamos o pequeno-almoço e  íamos nos esticar para as espreguiçadeiras da piscina. Aí ou tomávamos um primeiro banho ou esperávamos pelo resto do pessoal e íamos para a praia.

A praia também era óptima . As águas eram muito azuis, super calmas que davam para nadar à vontade e fazer lutas de titãs!

Neste dia, o pessoal que tinha ficado no Hotel mostrou-nos uma coisa maravilhosa que tinham descoberto durante a nossa ausência: almoçar na praia. Lindo! Como o Hotel ficava mesmo junto à praia, eles tinham uma  espécie de esplanada com comida e com mesas e cadeiras onde podíamos almoçar à vontade. Muito bom almoçar com os pés na areia, a olhar para o Mediterrâneo e a conversar com o pessoal. Como diria a Cristina Tomé, Thank you very nice Riadh Palms !"

À tarde rumamos a Sousse , mais propriamente à medina . É impressionante como o nosso desejo consumista de comprar montes de lembranças para os familiares e amigos ia ao encontro da vontade incasável e inegostante dos vendedores de nos vender algo, nem que seja a própria mãe! Não sei que estudos terão os vendedores da medina , mas confirmo que eles percebem muito mais de línguas estrangeiras e técnicas de marketing e persuasão que muita gente que tem a escola toda. Ao principio era tudo muito giro, mas para o fim já andávamos fartos deles! A ida para a medina foi feita a dois pés, mas como depois ficámos derreados com as compras, dividimo-nos e apanhámos táxis ...uma aventura! Os taxistas são uns autênticos pilotos de formula 1 citadinos e sem cinto!

A noite foi dedicada a jogos lúdicos como o Uno e Buraco e, mais tarde, à Disco!

 

6º dia

A manhã de sábado foi igual à de sexta: pequeno-almoço, piscina, praia e almoço na praia.

Como portugueses destemidos que somos, à tarde decidimos nos aventurar e experimentar o mundo, por nossa conta, para lá das fronteiras de Sousse . Fomos até Monastir , que fica a cerca de 10km de Sousse .

Como ir de táxi ficava um pouco caro, fomos de comboio. Metade foi de táxi, a outra metade foi de carroça até à estação de comboio. Eu e o pessoal que tinha ido de táxi chegámos primeiro. Enquanto esperávamos pelo resto do pessoal reparámos que já tinham chegado e estavam a mandar vir com o senhor da carroça (parece que o homem levou mais da corrida do que tinha dito!). Eles bem queriam ter ficado a disparatar com o senhor, mas como o comboio estava prestes a partir foi uma correria para ralhar mais um bocadinho com ele, comprar os bilhetes e entrar no comboio.

O comboio....bem....o comboio...era velho, muitooooo velho. Era um pouco sujo, andava devagar e tivemos de ir em pé, porque já não havia lugares. Mas tinha uma coisa que os comboios portugueses não têm: casa de banho. Tinham casa de banho, mas ninguém quis experimentá-la...

Monastir é uma cidade bonita. Fomos lá porque é a cidade onde está situado o Mausoléu do Habibe Bourguiba , o primeiro presidente da república da Tunísia , que abriu a Tunisia ao Ocidente e por quem os tunisinos nutrem uma grande estima. Ninguém fazia a mínima ideia onde era o Mausoléu , mas com a ajuda de um mapa em azulejo que encontrámos e a ajuda de um policia e algumas pessoas lá conseguimos encontrar o Mausoléu . É impressionante! É um edifício enorme, com uma copula em ouro e o interior em mármore. Cá fora tem uma entrada monumental, por onde temos de andar muito até lá chegar...Adorei ver o Mausoléu !

Como não podia deixar de ser, antes de apanharmos o comboio, fomos dar um vista de olhos pela medina . A viagem de regresso do comboio foi mais calma, com menos criticas ao comboio, porque como apanhamos lugar sentados, aproveitámos para dormir um pouco.

A noite foi o habitual!

publicado por Marisa às 11:53
link do post | comentar | favorito
1 comentário:
De Rabble Rouser a 23 de Abril de 2007 às 21:31
Lutas de titãs no mar... queres antes dizer "lutas de gajas às cavalitas de gajos"! Se o termo "titã" está de alguma forma relacionado com o vosso peso então realmente não posso criticar a sua inadequação (sim, acabei de chamar-vos gordas! LOL)
E que jogo é esse que dizes termos jogado, o "Buraco"? Só me lembro do "Olho do Cu" e dos "Baldes de Merda" (que a propósito não apreciei).
Esqueceste-te de mencionar a alma da festa nas nossas noites tunisinas - o nosso amigo alemão! LOL

Comentar post

*links