*mais sobre mim

*Junho 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

*posts recentes

* Acordar o blog adormecido...

* Hot Hot Hot

* ...

* A Sombra do Vento

* Há coisas que nunca mudam...

* Porque é que os jogadores...

* Como ser um verdadeiro ch...

* Novo morador

* Gata preta, gato branco

* Blogodependente

*arquivos

* Junho 2010

* Julho 2007

* Junho 2007

* Maio 2007

* Abril 2007

* Março 2007

* Fevereiro 2007

* Janeiro 2007

* Dezembro 2006

* Novembro 2006

* Outubro 2006

*tags

* todas as tags

*pesquisar

 
blogs SAPO

*subscrever feeds

Quarta-feira, 18 de Abril de 2007

Eu já disse que queria ir para a Tunísia?

O segundo dia na Tunísia foi de reconhecimento do Hotel e da área circundante.

De manhã, com poucas horas de sono, tivemos que nos levantar cedinho para ir tomar o pequeno almoço, antes que o restaurante do hotel fechasse. Em casa, quando acordo cedo só consigo beber uma caneca com leite, mas sempre que fico num hotel ou numa residencial não consigo resistir à diversidade de comida que oferecem: leite, sumo, cereais, pão de todos os feitios, doce, bolos e aqueles pequeno-almoços fritos, tipicamente ingleses, que só de cheirar dá-me volta ao estômago.

A seguir ao almoço, decidimos ir conhecer o hotel. Vimos melhor o hall, o bar no piso inferior e a parte exterior, onde existia uma enormeeee piscina com um jardim muito arranjado e cheio de palmeiras fêmeas (sim, porque também há palmeiras macho...que são grossas e com uma coisa branca que sai!). Mesmo com muito vento e com alguma areia a bater nos pés e nas pernas, não resistimos e fomos até à praia onde, pela primeira vez, pus um pé no Mediterrâneo. Foi bonito!

À tarde, depois de um almoço de pizza (uma coisa bastante tunisina) e antes de marcamos território na piscina, aventurámo-nos a sair à rua e fomos até a um shopping que se via das janelas dos nossos quartos. Tinha um placar a dizer shopping, mas....só havia uma loja! Foi uma visita rápida que nos deixou tempo para darmos uma caminhada pelo calçadão junto à praia. Também foi aqui que deparámos com algo perigoso: a condução dos tunisinos!! Eles são muito piores que os portugueses, mas muito piores...Se os condutores portugueses só param nas passagens para peões quando estão numa de fazer boas acções, os tunisinos simplesmente não param. Lembro-me de tentarmos atravessar a rua e nenhum carro parava, apenas um carro de condução parou, mas teve que ser o instrutor a travar a fundo, com os outros condutores atrás a apitar....Nos dias a seguir sempre que tentávamos atravessar as estradas tinhamos que nos certificar que não vinha nenhum carro ou se viesse algum, mesmo ainda longe, corriamos para o outro passeio como se não houvesse amanhã!

Depois deste passeio tornámos turistas a sério: pegámos nos bikinis e toalhas e fomos para a piscina! Como estavam muitas nuvens que cobriam o Sol de vez em quando fomos para a piscina interior, onde a água e a temperatura estava bem mais quentinha, parecia caldo. Só nessa tarde descobri duas novas sensações que nunca tinha experenciado: o quentinho de uma piscina interior e calor imenso de uma sauna.

Dentro da sauna estava um calor medonho, mas sabe muito bem estar lá dentro. Sabe tão bem que a sauna, naquele momento, virou propriedade Iscspiana...10 raparigas e 1 rapaz. Foi uma alaegria!!

À noite, antes de dormir, ainda houve tempo para uma aventura nocturna. Foi a minha boa acção do dia: vir de pijama até ao hall de entrada falar em inglês com o senhor da recepção porque uma amiga minha estava com o pé inchado devido a motivo ainda desconhecido. Como não sabia dizer que em inglês que o pé estava inchado desivencilhei-me como a bela da frase "foot grow up!". Muito mau! Felizmente a coisa melhorou com a pomada milagrosa de cânfora que uma amiga levou e com um belo de um cobertor tunisino elevado uns centimetros..."Quantos centímetros?" Esta fica para a História Susy!

publicado por Marisa às 09:33
link do post | comentar | favorito
4 comentários:
De Rabble Rouser a 18 de Abril de 2007 às 11:18
Ahhh rádio nostalgia!
Ainda me lembro como se fosse no dia depois de amanhã!
Eu não fiz reconhecimento de hotel nenhum nesse primeiro dia - fiz reconhecimento da WC do meu quarto (que por acaso até nem era má de todo, para quem imaginava um buraco aberto no chão e repleto de bichos rastejantes)!
"antes de marcamos território na piscina, aventurámo-nos a sair à rua"... isso dá a entender que mijaram todos prá piscina, pá! LOL
Bem mas a frase de ouro é sem dúvida esta: "sim, porque também há palmeiras macho...que são grossas e com uma coisa branca que sai!" - ESTA NEM VOU COMENTAR!
De Marisa a 18 de Abril de 2007 às 11:40
É mesmo uma frase de ouro, mas atenção que a frase não é minha...é da Paula!! Ela, depois de ouvir o senhor simpático da carroça a explicar o que é uma palmeira macho, ela transmitiu-nos isto.... :)
De Leitor Identificado a 19 de Abril de 2007 às 00:06
É só para dizer que sou o felizardo que estava na sauna com aquelas 10 belas raparigas...bons momentos! E boas fotos! :x
De Paula a 19 de Abril de 2007 às 11:55
Opá ... mas vou levar o resto da minha vida com a história das palmeiras?!?! :) realmente foi das melhores semanas q tive na faculdade ... tanto companheirismo, amizade, aventura ... um remoinho de emoções e sentimentos ... Sra Marisa está oficialmente proibida de colocar qualquer foto das minhas viagens pelo mundo dos sonhos enquanto o guia falava ... estamos entendidas ... LOLOLOLOL

Comentar post

*links