*mais sobre mim

*Quem está aqui??

online

*Junho 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

*posts recentes

* Acordar o blog adormecido...

* Hot Hot Hot

* ...

* A Sombra do Vento

* Há coisas que nunca mudam...

* Porque é que os jogadores...

* Como ser um verdadeiro ch...

* Novo morador

* Gata preta, gato branco

* Blogodependente

*arquivos

* Junho 2010

* Julho 2007

* Junho 2007

* Maio 2007

* Abril 2007

* Março 2007

* Fevereiro 2007

* Janeiro 2007

* Dezembro 2006

* Novembro 2006

* Outubro 2006

*tags

* todas as tags

*pesquisar

 
blogs SAPO

*subscrever feeds

Quarta-feira, 11 de Abril de 2007

Se há coisas que me complicam o juízo....

Desde que me considero por gente que me lembro de andar de transportes públicos. Enquanto que nos primeiros anos de vida era só quando a minha Mãe precisava de ir a algum lado e me levava, a partir do 5º ano que passou a ser uma rotina diária já que a minha escola preparatória ficava a alguns quilómetros de casa.

Como me habituei desde cedo a andar de transportes públicos para me deslocar a qualquer lado, não tenho qualquer problema em andar. Claro que desde que tenho carta de condução e carro há certos sítios que me dou ao luxo de levar o carro até lá, porque não só é mais cómodo como até é mais rápido. Mas a carta de condução não me tornou uma rapariga dependente de carro, porque no dia-a-dia apanho transportes públicos para ir ao estágio ou para ir até ao centro de Lisboa, sítio onde não me atrevo a levar carro.

O andar de transportes durante tanto tempo levou-me a reparar em certas coisas, certos hábitos das pessoas, uns mais engraçados, outros menos engraçados e que me complicam o juízo....

1. Andar tipo sardinha em lata dentro de um autocarro não é uma coisa muito confortável, mas como durante anos e anos viajei assim nas camionetas da minha zona, não tenho problema nenhum em entrar numa cheia, seja pela frente ou por trás. O problema é quando há certas pessoas, maioritariamente homens de certa idade, que se aproveitam de tal situação e procuram um pouco de calor humano, isto é, o roça-roça. Felizmente nunca levei com nenhum velho desses, mas já ouvi muitas histórias dessas...Por acaso hoje, houve um c*#$ão de um gajo que deu-me a sensação que queria calor humano, mas eu pus os pés a trabalhar e mudei de sítio como se não tivesse percebido a intenção. 

 

2.Cheiros. Eu nunca fui muito esquisita com cheiros, mas como diz a minha Mãe "a velhice trás tudo", com o passar dos anos o meu nariz começou a ficar mais sensível a certas coisas: ao perfume das pessoas que passam por mim e aos cheiros que pairam no ar nos transportes públicos. Não é por hábito apanhar grandes maus cheiros, mas às vezes acontece....Os piores cheiros que apanhei foi no 29. Desde cheiro a vomitado que me fez quase também vomitar, a cheiro a estrume numa certa parte do percurso e a outros cheiros devido a má higiene...Hoje durante o percurso do 29 o meu nariz foi sempre a dar sinal que havia um cheiro, desta vez tenue, esquisito no ar....Estes cheiros são tão desagradáveis que às vez até dou por mim a cheirar-me a ver se vem de mim, mas não, que eu sou uma pessoa lavadinha...

3. Acreditam que há pessoas que cortam as unhas no autocarro?? Não é uma coisa do dia-a-dia, mas o certo é que já apanhei por 2 vezes pessoas a cortar as unhas com um corta-unhas. Uma ia mesmo no autocarro, lá atrás, o que fazia ecoar o clic clic do corta-unhas e outra começou a cortar as unhas na paragem do autocarro mesmo à minha frente.....

Estas coisas são muito irritantes, mas paciência....andar de transportes públicos é uma necessidade e, algumas vezes, um prazer, principalmente quando se tem companhia.

publicado por Marisa às 15:34
link do post | favorito
De afilhado a 12 de Abril de 2007 às 00:10
pois.. esqueceste-te de um ponto..
quando pensamos que o autocarro vai destinado a uma paragem e na verdade vai parar noutra e fica-se a anhar no fim da carreira, em sitios desconhecidos..!

aquele beijo..! =)
Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 


*links