*mais sobre mim

*Junho 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

*posts recentes

* Acordar o blog adormecido...

* Hot Hot Hot

* ...

* A Sombra do Vento

* Há coisas que nunca mudam...

* Porque é que os jogadores...

* Como ser um verdadeiro ch...

* Novo morador

* Gata preta, gato branco

* Blogodependente

*arquivos

* Junho 2010

* Julho 2007

* Junho 2007

* Maio 2007

* Abril 2007

* Março 2007

* Fevereiro 2007

* Janeiro 2007

* Dezembro 2006

* Novembro 2006

* Outubro 2006

*tags

* todas as tags

*pesquisar

 
blogs SAPO

*subscrever feeds

Quarta-feira, 28 de Março de 2007

Salazar, o grande Tuga!

Desde o inicio que achei interessante a RTP1 fazer um programa como "Os Grandes Portugueses". Achei que iria ser um programa revelador dos gostos dos portugueses, da importância dos "heróis" nacionais e didáctico, já que semanalmente iriam espremer a vida dos 10+. Tentei seguir o programa. Votei nas duas votações: para eleger os 100 mais e depois para escolher um entre os 10. Quanto aos programas semanais, não pude ver com assiduidade. Penso que até só vi um bocadinho do primeiro. Lamente não ter visto, mas é que eu, tal como a maioria dos portugueses, fazemos coisas durante os dias úteis! No meu caso, estou a estagiar, mas há muita gente que trabalha e estuda. Logo, dar programas de tal interesse perto das 23h não dá com nada...Acho que teria sido mais interessante passar as horas decentes, como por exemplo depois do TeleJornal ou, até mesmo, aos fins-de-semana à noite...horas a que todos os portugueses podem-se assistir.

Este domingo foi a grande final. Desta vez, admito que a culpa de não ter visto o programa foi só minha. Confesso que preferi ver o que estava a dar nos outros canais. Mas também já que não tinha visto os tais programas sobre a vida deles, porque iria ver agora o final? Mesmo assim, fui fazendo zapping e dei algumas espreitadelas ao programa. Era 00.30 da madrugada de domingo quando apaguei a televisão para ir dormir, já que no dia a seguir tinha de acordar às 6.30, e ainda não tinham anunciado quem era o grande português.

No dia a seguir, a primeira coisa que perguntei ao meu Pai foi quem era afinal o Grande Português. O meu Pai respondeu-me D. Afonso Henriques. Ok, não era o meu preferido, mas pensei que era uma merecida vitória já que ele foi o primeiro, o Pai de todos nós!! Só que depressa descobri que o meu Pai se tinha enganado....A minha teoria é que o meu Pai adormeceu no sofá, para variar(mas com razão já que dar o resultado de uma votação depois das 00.30 da madrugada de um domingo não lembra nem ao meu querido Menino Jesus!), e que sonhou que o preferido tinha ganho. Afinal os portugueses escolheram como Grande Tuga, António de Oliveira Salazar!!

Eu não tenho nada contra senhor e até ando a chatear o meu Pai à anos para me levar ao Cemitério de Santa Comba Dão para ver a campa dele, mas elegerem-no como Grande Português??? Eu não tenho nada contra ele, porque nasci 14 anos depois dele morrer e 10 depois do fim do Estado Novo e, que eu saiba, nunca aconteceu nada contra a minha família durante a Ditadura, mas sei e estudei o que se passou durante essa época e, sinceramente, não tenho grande vontade que ele ou algo semelhante a ele renasça do mundo dos mortos.

Sei que o senhor fez coisas boas enquanto esteve no poder: equilibrou a balança comercial de Portugal no fim dos anos 20, manteve Portugal longe da II Guerra Mundial e, pronto, construiu uma das mais bonitas e grandiosas obras da Cidade de Lisboa, a Ponte 25 de Abril, ex Ponte Salazar. Se não fosse ele a construí-la muito boa gente tinha de dar uma graaaaaaaaaande volta para vir para Lisboa (e vice-versa). Mas pensando as coisas boas e as más numa balança, acho que as más seriam muito mais pesadas...À pala do Salazar e de senhores que seguiam os seus ideiais (que deviam ser mais salazaristas que o próprio Salazar), à 40 anos atrás não se podia dizer livremente o que se pensava (xauzinho aos blogs); um grupo de mais de 4 pessoas já era olhado de uma forma desconfiada; não se podia votar, pois não havia sequer eleições; prendia-se pessoas só porque ousavam pensar de maneira diferente ou então porque os vizinhos tinham algo contra eles; entre outras coisas... À pala dele e de pessoas como ele, o meu Pai perdeu 3/4 anos da juventude dele com uma farda vestida e a lutar por uma causa, por uma guerra que já tinha um desfecho sabido à muito tempo. Muita sorte teve o meu Pai que sobreviveu e foi destacado para a cidade de Luanda, onde ia à praia e comia mangas e bananas a toda a hora. Muita sorte teve o meu Pai que a única coisa que perdeu foi o cabelo. Tal sorte não teve tantos jovens que morreram a lutar por uma causa que não era a deles, num território que não era o deles..

Será que o Salazar merece ser um Grande Português?

publicado por Marisa às 10:33
link do post | comentar | favorito
2 comentários:
De afilhado a 29 de Março de 2007 às 04:46
bem.. do ponto de vista economico-juridico, Salazar foi um pequeno génioxinho.. não so institucionalizou o Estado Novo, como saldou as contas do Estado numa primeira fase, fazendo com que existisse,depois, uma fase positiva e de extremo equilibrio nas contas do Estado. Por outro lado.. toda essa obra teve um preço.. foi á custa da liberdade de expressão, opinião.. entre muitas outras que todo este seu projecto se sustentou.
na minha opinião, acho estupido este tipo de iniciativas, pois so demonstram que somos fracos em termos de carisma historico.. falta de capacidade para perceber que os grandes portugueses sao um todo dividido.. cada personalidade terá tido o seu "ramo".. mas dos classificados, ou D.João II ou Aristides de Sousa Mendes..
De sadf a 30 de Março de 2007 às 16:44
és uma autentica besta..."nao tenho nada contra ele"...és mais uma das q faz portugal a vergonha q é...se o teu cerebrozinho minusculo fosse maiorzinho talvez conseguisses pensar nos OUTROS.
SIM, nos que foram torturados, nos que foram perseguidos, nos que foram MORTOS por essa besta que tu nao tens nada contra e ate desejas meter uma florzinha na campa...
mais uma prá coleccao de bestas portuguesas

Comentar post

*links