*mais sobre mim

*Junho 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

*posts recentes

* Acordar o blog adormecido...

* Hot Hot Hot

* ...

* A Sombra do Vento

* Há coisas que nunca mudam...

* Porque é que os jogadores...

* Como ser um verdadeiro ch...

* Novo morador

* Gata preta, gato branco

* Blogodependente

*arquivos

* Junho 2010

* Julho 2007

* Junho 2007

* Maio 2007

* Abril 2007

* Março 2007

* Fevereiro 2007

* Janeiro 2007

* Dezembro 2006

* Novembro 2006

* Outubro 2006

*tags

* todas as tags

*pesquisar

 
blogs SAPO

*subscrever feeds

Quinta-feira, 15 de Fevereiro de 2007

O SOL e a LUA - Um Amor Lindo

Andava eu a vaguear pelo Hi5, a ver aqueles profiles que veem ver o meu, quando descobri um texto muito bonito num deles. Normalmente não costumo ler os textos, mas como o título me despertou a atenção, que de manhã ainda é pouca, resolvi ler e adorei. Por isso decidi partilhar com vocês este lindo texto de amor.

Estou a começar a achar que estou a ficar muito lamechas, e eu não sou assim...Por favor, Help meeeeeeeeeeeeee!! Tirem-me da lamechiche!!

"Quando o Sol e a Lua
se encontraram
pela primeira vez
eles apaixonaram-se perdidamente
e a partir dai
comecaram a viver um grande amor.

Acontece que o mundo ainda nao existia
e no dia em que Deus resolveu cria-lo
deu ao Sol e a Lua o toque final: O BRILHO!

Ficou tambem decidido
que o Sol iluminaria o dia
e que a Lua iluminaria a noite.

Sendo assim, o Sol e a Lua
seriam obrigados a viverem
separados para sempre.

Abateu-se sobre eles
uma grande tristeza
quando tomaram conhecimento
de que nunca mais se encontrariam.

A Lua foi ficando cada vez mais amargurada
mesmo com o brilho que Deus lhe havia dado
tornando-se cada vez mais solitaria.

O Sol, por sua vez havia ganho um titulo
de nobreza, o de "Astro-Rei", mas isso
tambem nao o fez feliz.

Deus entao chamou-os e explicou-lhes:

"Voces nao devem ficar tristes, porque agora
ambos possuem um brilho proprio".

"Tu Lua, iluminaras as noites frias e quentes
encantaras os namorados, e seras diversas vezes
motivo de poesias".

"Quanto a ti Sol, sustentaras o titulo de "Astro-Rei"
porque seras o mais importante dos astros
iluminando a terra durante o dia e fornecendo calor
para o ser humano. E a tua simples presenca
fara com que as pessoas sejam mais felizes".

A Lua entristeceu-se muito com o seu terrivel destino
e chorou dias a fio... Ja o Sol ao ve-la sofrer tanto
decidiu que nao poderia deixar-se abater, pois teria
que dar forcas a Lua, e ajuda-la a aceitar o que havia
sido decidido por Deus.

No entanto a preocupacao do Sol era tao grande
que este resolveu fazer um pedido a Deus.

"Senhor, ajude a Lua por favor. Ela e mais fragil do
que eu e nao suportara a solidao ...".

E Deus na sua imensa bondade
resolveu criar as estrelas para fazerem
companhia a Lua.

A Lua sempre que esta muito triste
recorre as estrelas que tudo fazem
para a consolar, mas quase nunca conseguem ...

Hoje Sol e Lua vivem assim ... SEPARADOS.

O Sol finge que e feliz...

A Lua nao consegue esconder a sua tristeza ...

O Sol ainda arde de paixao pela Lua ...

A Lua ainda vive na escuridao da saudade ...

Dizem que a ordem de Deus era que a Lua
deveria ser sempre cheia e luminosa ...
Mas ela nao consegue isso ... Porque ela e
mulher, e uma mulher tem fases ...

Quando feliz consegue ser cheia ...
Mas quando infeliz e minguante e quanto e minguante
nem sequer e possivel ver o seu brilho.

Sol e Lua seguem o seu destino ...

Ele solitario mas forte ...

Ela acompanhada pelas estrelas mas fraca ...

Deus decidiu que nenhum amor neste mundo seria
de todo impossivel. Nem mesmo o da Lua e o do Sol.

E foi entao que Deus criou o ECLIPSE!

Hoje em dia o Sol e a Lua
vivem a espera desse instante
desses raros momentos que lhes foram concedidos
e que custam tanto a acontecer.

Quando alguem, a partir de agora, olhar para o ceu
e vir que o Sol encobriu a Lua, e porque ele se deitou
sobre ela e comecaram a se amar.

E esse acto de amor se chama ECLIPSE.

Importante e lembrar que o brilho do extase deles
nesse acto e tao grande que se aconselha a nao olhar
para o ceu nesses momentos, porque os olhos podem cegar
de ver tanto amor."
É uma bonita história de amor, só é pena ter um final triste...e eu não gosto nada de finais tristes..
publicado por Marisa às 09:24
link do post | favorito
Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 


*links