*mais sobre mim

*Quem está aqui??

online

*Junho 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

*posts recentes

* Acordar o blog adormecido...

* Hot Hot Hot

* ...

* A Sombra do Vento

* Há coisas que nunca mudam...

* Porque é que os jogadores...

* Como ser um verdadeiro ch...

* Novo morador

* Gata preta, gato branco

* Blogodependente

*arquivos

* Junho 2010

* Julho 2007

* Junho 2007

* Maio 2007

* Abril 2007

* Março 2007

* Fevereiro 2007

* Janeiro 2007

* Dezembro 2006

* Novembro 2006

* Outubro 2006

*tags

* todas as tags

*pesquisar

 
blogs SAPO

*subscrever feeds

Terça-feira, 30 de Janeiro de 2007

Arrumadores de carros

Desde que sou uma rapariga encartada que comecei a prestar mais atenção a uma espécie de casta, relativamente recente, que existe na nossa sociedade: os arrumadores de carros. Este tipo de pessoas são facilmente reconhecidas ao longe. Habitualmente encontram-se perto de grandes centros comerciais, parques de estacionamento ou em ruas de grande movimento; usam roupas tendencialmente escuras, um pouco sujas; também usam boné ou, no Inverno, gorro; usam o cabelo grande e não desfazem a barba (adoro um rapaz a dizer isto); e na mão costumam ter algo, normalmente um jornal ou, até mesmo, um pau. Pela descrição, e recorrendo ao sistema de castas Indiano, podem ser designados pelos Párias da sociedade portuguesa, porque, muitas vezes, são pessoas excluídas socialmente e ninguém gosta deles e os pode ver à frente, sendo assim são intocáveis.

Confesso que, mesmo tendo carta à um ano e quase um mês, a minha habilidade para estacionar não é a melhor. Se houver muito espaço, nenhum carro ao lado do sitio onde pretendo estacionar e se estacionar de frente, ai até não me saio mal. O problema é mesmo estacionar de traseira em espinha, em estacionamento paralelo e em lugares muito exíguos. Por isso quando obrigatoriamente tenho que estacionar em sitios destes convêm ter sempre alguém a me ajudar, que normalmente são os meus pais ou as minhas amigas. Sendo assim não preciso de mais ajuda nenhuma, não preciso de nenhum arrumador de carros. Ok, algumas vezes eles até ajudam, pois indicam um local para estacionar, quando estamos quase a desesperar por um, mas, em outras ocasiões, já encontramos um lugar e estamos quase a finalizar a manobra, quando se ouve uma voz vinda de algures. Isto aconteceu-me este fim de semana. Fui beber chocolate quente (Ui ca bom!) com as minhas amigas, a Caneças. O estacionamento é muito mau, porque quase não há lugares e os que há são muito dificeis. Se eu estivesse sozinha tinha ido estacionar a um lugar bem largo a 500 metros dali, mas, como parecia mal já que levava acompanhantes, eles lá me ajudaram. Quando estou eu a fazer marcha atrás devagarinho oiço uma voz do lado de fora "Venha mais! Pode vir! Vá...Vá! Chega!! Não mexas mais! Não mexas mais!". Se eu ainda estivesse no inicio teria sido bom, mas não, já estava mesmo acabar. Como o senhor foi simpático em dizer o resultado do jogo do Benfica (blargh) por iniciativa própria, como estava um frio do caraças e eu não queria que ele riscasse o meu Frederico dei-lhe uma moedinha, mas se não merecia...

Quanto aos arrumadores de carros do parque de estacionamento grande da Pontinha, também tenho histórias engraçadas com eles. No Verão, estava eu a fazer uma força descomunal para rodar o volante do meu Boguinhas para sair de marcha atras de um luga quando oiço assim "A menina parece que está a conduzir um tanque da tropa!!". E por acaso até pareço, já que o meu Boguinhas tem "quase semi direcção assistida", segundo o meu pai. A última engraçada, ou não, lá no parque foi antes do jantar dos meus anos. Já tinha eu estacionado, quando chega lá um arrumador a dizer que estava bom (até ai eu já sabia). Ai não lhe dei grande recompensa, já que o trabalho tinha sido todo feito por mim. O homem virou-se para mim "Só isto?!?!?". Grande lata! Mas eu também lhe disse "Sabe...é que eu tenho que poupar dinheiro para por gasolina no carro, tá cara!". E, por acaso, está cara, mas é o meu pai que a paga.

As autarquias locais podiam ser umas simpáticas e podiam convidar os senhores arrumadores de carro para serem empregados mesmo a sério. Assim, eles tinham um ordenado e ainda tomavam conta das ruas das cidades.

publicado por Marisa às 14:17
link do post | comentar | favorito
4 comentários:
De AF a 30 de Janeiro de 2007 às 18:42
Esse arrumador no sabado nao ajudou em nada!!! Fomos nós, qual instrutoras, a ajudar-te!! Mas vá..no fim até passavas no exame :D

O q safou aquele Pária da sociedade portuguesa foi mesmo ter dito o resultado do Benfica (q me deixou toda contente) e o "Não mexas mais!!" eheheh

P.S: Sabia q o outro era o Boguinhas, mas ñ sabia do nome Frederico...quem o baptizou??? :P

De Sandra Moiteiro a 30 de Janeiro de 2007 às 20:16
Apoiada!!!! =) Achei particularmente piada ao facto de dares ao teu carro o mesmo nome do meu namorado... =p LoLoLoL

Bjinho! =) *
De Marisa a 31 de Janeiro de 2007 às 09:11
A pedido de várias familias, vou contar a história do baptismo do "meu" carro: o Frederico!!
Quando contei ao meu afilhado que agora conduzia um Seat Ibiza branco, ele disse, mais ou menos assim: "Branco? Mas isso é a cor de frigorifico!". O que, infelizmente, é verdade, mas eu não pôde fazer nada, o meu pai é que escolheu! Ao falar de um frigorifico lembrei-me de uma anedota, que eu passo a contar...Um senhor vai ao médico e diz:
"Senhor Doutor, a minha mulher diz que eu tenho um problema, diz que eu não sei dizer frederico."
O doutor diz:
"Não vejo problema nenhum. O senhor diz perfeitamente. Mas vá..diga lá outra vez".
O senhor:
"Frederico".
O doutor:
"Vê..não tem problema nenhum. Pode ir para casa".
Quando ele chega a casa, a mulher pergunta-lhe como correu a consulta, ao qual ele responde:
"Correu muito bem. O médico diz que não tenho problema nenhum. Tu é que és uma parva!Olha...já agora, vai ali ao frederico e tras-me um gelado que me está mesmo a apetecer!"
LOL!
Espero que tenham percebido a anedota!
Baptizei o meu carro de Frederico, porque tem cor de um frigorifico, e como o outro já é Boguinhas, tinha de ser um nome diferente!!
De Anokas a 4 de Março de 2007 às 20:21
olá desculpa a invasão mas estava por aqui a pesquisar blogs e entrei no teu...
realmente tens toda a razão referente aos arrumadores.tambem ja tive as minhas peripecias com eles.numa delas apanhei um susto bem grande.estacionei o meu carro nas calmas estava arrumar a mala e qual é o meu espanto quando me viro para abrir a porta esta o senhor arrumador com a cara colada ao vidro do meu carro..hehe toda eu congelei...e tá-se mesmo a ver o porquê...lol
mais uma vez desculpa a invasão mas gostei bastante do teu blog.continua que tens jeito.
Abraço com todo o respeito
Ana

Comentar post

*links