*mais sobre mim

*Quem está aqui??

online

*Junho 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

*posts recentes

* Acordar o blog adormecido...

* Hot Hot Hot

* ...

* A Sombra do Vento

* Há coisas que nunca mudam...

* Porque é que os jogadores...

* Como ser um verdadeiro ch...

* Novo morador

* Gata preta, gato branco

* Blogodependente

*arquivos

* Junho 2010

* Julho 2007

* Junho 2007

* Maio 2007

* Abril 2007

* Março 2007

* Fevereiro 2007

* Janeiro 2007

* Dezembro 2006

* Novembro 2006

* Outubro 2006

*tags

* todas as tags

*pesquisar

 
blogs SAPO

*subscrever feeds

Segunda-feira, 22 de Janeiro de 2007

Chinesices

Sábado à noite foi o jantar de aniversário de uma amiga minha, da Cristina Tomé. (Já agora, e mais uma vez, PARABÉNS TOMÉ!!!) A comemoração com a grande família ISCSPIANA foi num restaurante chinês no Cacém. Se eu me lembrasse de como se escreve o nome do restaurante até escrevia aqui, mas a única informação sobre o nome do restaurante que posso fornecer é que faz lembrar alguém quando diz "XIUUUUUUUU!!"

Confesso que desde a primeira vez que fui a um restaurante chinês fiquei grande fan. Para ir todos os dias ou todas as semanas comer qualquer coisa também não, também enjoa, mas, de vez em quando, sabe bem. Não sou de variar muito nas comidas, porque tenho medo de pedir e depois não gostar, mas gosto muito de comer uma galinha com amêndoas e um porco agri-doce, sem falar, obviamente, nos crepes. Ai os crepes chineses...!!

O pior foi aquele dia fatidico, 30 de Março (lembro-me porque foi no dia da Festa da Primavera no ISCSP), em que os canais de televisão divulgaram imagens sobre uma inspecção feita a restaurantes chineses. Aquilo era uma total nojice! Lembro-me de ver um balde com um liquido, que deveria ser liquido, mas estava todo coalhado...blargh...só espero que aquilo não seja o molho agri-doce que eu tanto gosto.

Durante o jantar fartei-me de rir, não só com as piadas do pessoal, mas também de ouvir um chinês a dizer "Pla quem é a Tota-tola?!". Ok, se calhar tou no gozo, mas teve graça quando ouvi. Não tenho nada contra os chineses. Acho que têm tanto direito de estar em Portugal como outros imigrantes. Se eles têm arrasado certo tipo de comércio, as chamadas "Lojas dos 300", é porque alguém fez a lei que diz que eles não pagarem impostos durante os primeiros 5 anos e por isso podem vender as coisas tão baratas, o que dá muito jeito, principalmente, as luzes para enfeitar as casas no Natal!

Para além daquelas coisas tipo esforovite que eles põe em cima da mesa como aperitivo, a única coisa que não gosto neles é serem tão desconfiados. Penso que não seja impressão minha, mas cada vez que eu entro numa "Loja dos Chineses" está sempre alguém a vigiar-nos. Aquelas pessoas estão lá, porque precisam de ganhar dinheiro, mas deve ser cansativo estar um dia inteiro em pé, sem fazer nada e a vigiar clientes.

Agora uma dúvida existencial que surgiu a mim e à minha amiga Claudia durante uma conversa no restaurante chinês, em que não podemos posar os braços nas costas das cadeiras: Porque é que os restaurantes chineses têm sempre cadeiras com costas altas???

publicado por Marisa às 13:50
link do post | comentar | favorito
1 comentário:
De Cláudia Oliveira a 23 de Janeiro de 2007 às 11:53
Porque não têm cadeiras com costas baixas, boa?

Comentar post

*links