*mais sobre mim

*Quem está aqui??

online

*Junho 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

*posts recentes

* Proibição de fumar

*arquivos

* Junho 2010

* Julho 2007

* Junho 2007

* Maio 2007

* Abril 2007

* Março 2007

* Fevereiro 2007

* Janeiro 2007

* Dezembro 2006

* Novembro 2006

* Outubro 2006

*tags

* todas as tags

*pesquisar

 
blogs SAPO

*subscrever feeds

Quinta-feira, 3 de Maio de 2007

Proibição de fumar

Todos nós sabemos que fumar é um vicio caro. Caro para a saúde e caro para a carteira. Mesmo assim muitas pessoas fumam e todos os dias há sempre alguém que não resiste e experimenta a sensação.

Eu sou suspeita a falar na questão de proibir ou não de fumar em lugares públicos, porque faço parte dos interessados : sou não fumadora. Nunca fumei e nem pretendo começar a fumar. Não nego que não gostasse de experimentar a sensação, mas prefiro ficar sem essa experiência do que agravar o meu problema de asma.

Chegadas a mim são poucas as pessoas que fumam. No meu grupo de amigos, aqueles com quem eu convivo mais, pode-se contar pelos dedos de uma mão aqueles que fumam. Já na minha família , há mais gente que fuma: os meus tios, alguns primos e até o meu pai. Mas o meu Pai é um caso à parte: fuma um ou dois cigarros por dia (mas raramente quando está em casa) e mais que isso só em festas ou almoços/jantares de família . Ele consegue controlar o vicio.

Nunca tive problemas com fumadores e nem tenho problemas se alguém com quem eu estou queira fumar perto de mim. Não me importo, desde que não mande o fumo para cima de mim, claro! Mas habitualmente respeitam isso..

Quanto a sítios fechados, aí já é mais grave. Restaurantes, bares, discotecas,...são lugares onde habitualmente se fuma e onde há um cheiro, quase natural, a fumo e que nos deixa com um cheiro pestilento, inclusive a roupa interior, por mais interior que seja....O único sitio em que me passava por fumarem era nos corredores da minha faculdade. Muitas vezes à espera dos professores havia alguém que se lembrava de fumar nos corredores. Quando era nos corredores onde havia janelas, não era muito mau, o pior era se era nos corredores sem janelas...apesar de ser pouco tempo, ficava logo aflita da garganta...Eu não dizia nada, mas as próprias pessoas deviam se aperceber que ali não era o sitio mais indicado para se fumar, podiam ir muito bem para a entrada do piso.

Está na ordem do dia a possibilidade de ser aprovada uma lei que proíbe as pessoas de fumarem em sítios com menos de 100 m2 e em organizações da Administração Pública. Eu não sou contra a proibição total, mas acho, talvez, um pouco exagerado. Penso que seria melhor darem a possibilidade aos proprietários, já que eles acham que sem fumo se vai perder clientela, de dividirem o espaço: uma parte para fumadores, outra parte para não fumadores, talvez seja o mais correcto.

Para aqueles fumadores que desrespeitarem essa divisão acho que lhes deveria ser aplicada multas bem pesadas, porque a liberdade das pessoas acaba quando começa a dos outros, e se há pessoas que tem o direito de fumar, os não fumadores também têm o direito de não levar com fumo.

Relativamente aos proprietários acharem que vão perder clientela por ser proibido fumar dentro do estabelecimento, eu vejo as coisas por outro prisma. Eu acho que até pode ser melhor para eles já que as pessoas só por não puderem fumar não vão deixar de ir almoçar/jantar aos restaurantes, apenas vão ficar menos tempo e assim não "fazem sala" como muitas pessoas fazem, e dão lugar a outras pessoas que estão à espera de mesa, o que é bom para os donos do restaurante.

Não é por isso que o gato vai às filhoses :)

 

 

sinto-me:
tags:
publicado por Marisa às 14:12
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
|

*links