*mais sobre mim

*Quem está aqui??

online

*Junho 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

*posts recentes

* Acordar o blog adormecido...

* Hot Hot Hot

* ...

* A Sombra do Vento

* Há coisas que nunca mudam...

* Porque é que os jogadores...

* Como ser um verdadeiro ch...

* Novo morador

* Gata preta, gato branco

* Blogodependente

*arquivos

* Junho 2010

* Julho 2007

* Junho 2007

* Maio 2007

* Abril 2007

* Março 2007

* Fevereiro 2007

* Janeiro 2007

* Dezembro 2006

* Novembro 2006

* Outubro 2006

*tags

* todas as tags

*pesquisar

 
blogs SAPO

*subscrever feeds

Segunda-feira, 26 de Fevereiro de 2007

Linhas para viver

As mini-férias de Carnaval foram muito boas para descansar e relaxar! Ao que parece a minha inspiração gostou tanto que continua de férias....não tenho tido sinal dela nestes últimos dias. Sendo assim, para o blog não continuar em stand by tenho de recorrer a textos que não são meus, mas que considero interessantes e bons para meditar e, quiça, aplicar no dia-a-dia. Portanto, hoje deixo aqui um texto que encontrei numa das minhas incursões pelo hi5....

Linhas para viver.... (Gabriel Garcia Marquez)

1. Amo-te não por quem tu és, mas por quem sou quando estou contigo.

2. Nenhuma pessoa merece as tuas lágrimas e quem as merece nao te fará chorar.

3. Só porque alguem não te ama como tu desejas, não significa que não te ame com todo o seu ser.

4. Um amigo verdadeiro é quem te pega na mão e te toca o coração
.

5. A pior forma de sentir falta de alguém é estar sentado a seu lado e saber que nunca o poderá ter.

6. Nunca deixes de sorrir, nem mesmo quando estés triste porque nunca sabes quem se poderá enamorar do teu sorriso.

7. Podes ser somente uma pessoa para o mundo, mas para alguma pessoa tu és o mundo.

8. Não passes o tempo com alguém que não esteja disposto a passá-lo contigo.

9. Quem sabe Deus queira que conheças muita gente enganada antes que conheças a pessoa adequada para que, quando no fim a conheças, saibas estar agradecido.

10. Não chores porque já terminou, sorri porque aconteceu.

11. Sempre haverá gente que te irá magoar. Assim o que tens de fazer é seguir confiando e só ser mais cuidadoso em quem confias duas vezes.

12. Converte-te numa pessoa melhor e assegura-te de saber quem és antes de conhecer mais alguém e esperar que essa pessoa saiba quem és.

13. Nao te esforces tanto, as melhores coisas acontecem quando menos esperas.


Resumindo e concluindo ...

"TUDO O QUE ACONTECE SUCEDE POR ALGUMA RAZAO"

Algumas frases são bem conhecidas, mas gosto muito do texto no seu conjunto. Acho que são umas boas linhas de orientação para seguirmos na caminhada da vida e ler quando as coisas não correm pelo melhor.

Boa semana para todos

publicado por Marisa às 09:11
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Sexta-feira, 16 de Fevereiro de 2007

É Carnaval!!

 

Estamos apoucos dias do Carnaval, aquela época do ano em que a alegria e as brincadeiras reinam por este país e um pouco por todo o mundo. Nesta altura, é-nos permitido fazer (quase) tudo que nos vem à cabeça sem que a pessoa "lesada" leve a mal, porque "No Carnaval ninguém leva à mal".

Actualmente, o Carnaval não me diz grande coisa, nem me deixa mais alegre que nos outros 364 dias do ano. É quase igual.

Quando era pequenina, ai sim vivia muito o Carnaval. Um mês antes do Carnaval já eu começava a chatear a minha Mãe a falar do fato que eu queria ou, quando já tinha, queria logo vesti-lo para ver como ficava.

A última vez

que me mascarei foi no 6ºano. Lembro-me que a minha Escola Preparatória promoveu uma especie de desfile de mascarados no campo de futebol, em que todos os alunos que fossem mascarados faziam uma filinha pirilau em roda do campo e andávamos ao som da música, para no fim os professores escolherem a melhor máscara.

Até aos 11 anos mascarei-me de várias coisas. A minha mãe e as minhas tias começaram por me mascarar de saloia. Não me lembro. Só sei, porque me contam e porque tenho uma foto a subir umas escadas com um lenço e uma trouxa na cabeça. Saloia de Queluz com muito gosto! A seguir, mascarei-me de Capuchinho Vermelho. Eu adorava essa história! A minha Mãe contou-me inúmeras vezes para me forçar a comer. O que eu mais adorava na história era que as personagens eram reais: eu era o Capuchinho Vermelho, a Mãe do Capuchinho era minha Mãe que me mandava ir à Avó, que morava no rés-do-chão do prédio. Depois vinha o Lobo Mau, comia a minha Avó e depois o meu vizinho do lado, o caçador, ia lá matar o Lobo! Depois de ser Capuchinho Vermelho fui Madeirense. Tal como tinha acontecido como o fato de Capuchinho Vermelho, a minha Tia, que é um máximo a costurar, fez-me uma roupa de Madeirense, com a capa assim de lado, o mini chapéu na cabeça e com um Brinquinho, que o meu Pai tinha trazido da Madeira uma vez. Quando comecei a crescer e a ter voto na matéria, já comecei a escolher a minha própria máscara. Primeiro fui uma fada e, por fim, a Branca de Neve. Estes dois fatos eram um máximo! Adorava-os! Tenho uma foto vestida de Branca de Neve em que tou com um sorriso de orelha a orelha, franjinha e tótos de lado e as belas das pantufas de cabeça de coelho!

Depois cresci e em vez de me mascarar comecei a ter outros intereses: ir maquilhada para a escola!! Nessa altura, antes de ter as minhas próprias pinturas, pedia à minha madrinha e depois lá me pintava como sabia (ou não): sombra nos olhos, lábios bem pintados de vermelho (blargh!!) e um sinal feito com rimel tipo à Catarina Furtado.

Foram uns tempos muito giros. Agora o Carnaval passa-me muito ao lado, principalmente desde que entrei para a faculdade, porque quando andava na Preparatória ou na Secundária, sentia o Carnaval a aproximar-se quando sentia o cheiro nauseabundo das bombinhas de mau cheiro, os estoiros das bombinhas na camioneta e na escola e, principalmente, quando via os balões de àgua a voar e ter que fugir deles. A pior época de balões de água foi quando andava na Escola Preparatória. Nessa altura, tinha-se de ter muito cuidado ao andar na Pontinha, pois podia-se levar com um balão de água a qualquer momento. A rua em frente à minha Escola Secundária ficou apelidada da "Rua dos Balões de Água", quando eu e as minhas amigas, muito descansadinhas, passamos lá um dia e de repente começa a chover balões de água em cima de nós. A minha pior molha feita por uma balão de água foi quando andava no 5º ou 6º ano, já nao sei ao certo, quando, na hora do almoço, estava sozinha na paragem e levei com um que nem vi de onde veio, só sei que fiquei toda molhada e tive que me tar a limpar a lenços de papel, daqueles roxos, a cheirar a alfazema.

Vidas desgraçadas de alunos!

Bom Carnaval para todos!

 

publicado por Marisa às 13:47
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|
Quinta-feira, 15 de Fevereiro de 2007

O SOL e a LUA - Um Amor Lindo

Andava eu a vaguear pelo Hi5, a ver aqueles profiles que veem ver o meu, quando descobri um texto muito bonito num deles. Normalmente não costumo ler os textos, mas como o título me despertou a atenção, que de manhã ainda é pouca, resolvi ler e adorei. Por isso decidi partilhar com vocês este lindo texto de amor.

Estou a começar a achar que estou a ficar muito lamechas, e eu não sou assim...Por favor, Help meeeeeeeeeeeeee!! Tirem-me da lamechiche!!

"Quando o Sol e a Lua
se encontraram
pela primeira vez
eles apaixonaram-se perdidamente
e a partir dai
comecaram a viver um grande amor.

Acontece que o mundo ainda nao existia
e no dia em que Deus resolveu cria-lo
deu ao Sol e a Lua o toque final: O BRILHO!

Ficou tambem decidido
que o Sol iluminaria o dia
e que a Lua iluminaria a noite.

Sendo assim, o Sol e a Lua
seriam obrigados a viverem
separados para sempre.

Abateu-se sobre eles
uma grande tristeza
quando tomaram conhecimento
de que nunca mais se encontrariam.

A Lua foi ficando cada vez mais amargurada
mesmo com o brilho que Deus lhe havia dado
tornando-se cada vez mais solitaria.

O Sol, por sua vez havia ganho um titulo
de nobreza, o de "Astro-Rei", mas isso
tambem nao o fez feliz.

Deus entao chamou-os e explicou-lhes:

"Voces nao devem ficar tristes, porque agora
ambos possuem um brilho proprio".

"Tu Lua, iluminaras as noites frias e quentes
encantaras os namorados, e seras diversas vezes
motivo de poesias".

"Quanto a ti Sol, sustentaras o titulo de "Astro-Rei"
porque seras o mais importante dos astros
iluminando a terra durante o dia e fornecendo calor
para o ser humano. E a tua simples presenca
fara com que as pessoas sejam mais felizes".

A Lua entristeceu-se muito com o seu terrivel destino
e chorou dias a fio... Ja o Sol ao ve-la sofrer tanto
decidiu que nao poderia deixar-se abater, pois teria
que dar forcas a Lua, e ajuda-la a aceitar o que havia
sido decidido por Deus.

No entanto a preocupacao do Sol era tao grande
que este resolveu fazer um pedido a Deus.

"Senhor, ajude a Lua por favor. Ela e mais fragil do
que eu e nao suportara a solidao ...".

E Deus na sua imensa bondade
resolveu criar as estrelas para fazerem
companhia a Lua.

A Lua sempre que esta muito triste
recorre as estrelas que tudo fazem
para a consolar, mas quase nunca conseguem ...

Hoje Sol e Lua vivem assim ... SEPARADOS.

O Sol finge que e feliz...

A Lua nao consegue esconder a sua tristeza ...

O Sol ainda arde de paixao pela Lua ...

A Lua ainda vive na escuridao da saudade ...

Dizem que a ordem de Deus era que a Lua
deveria ser sempre cheia e luminosa ...
Mas ela nao consegue isso ... Porque ela e
mulher, e uma mulher tem fases ...

Quando feliz consegue ser cheia ...
Mas quando infeliz e minguante e quanto e minguante
nem sequer e possivel ver o seu brilho.

Sol e Lua seguem o seu destino ...

Ele solitario mas forte ...

Ela acompanhada pelas estrelas mas fraca ...

Deus decidiu que nenhum amor neste mundo seria
de todo impossivel. Nem mesmo o da Lua e o do Sol.

E foi entao que Deus criou o ECLIPSE!

Hoje em dia o Sol e a Lua
vivem a espera desse instante
desses raros momentos que lhes foram concedidos
e que custam tanto a acontecer.

Quando alguem, a partir de agora, olhar para o ceu
e vir que o Sol encobriu a Lua, e porque ele se deitou
sobre ela e comecaram a se amar.

E esse acto de amor se chama ECLIPSE.

Importante e lembrar que o brilho do extase deles
nesse acto e tao grande que se aconselha a nao olhar
para o ceu nesses momentos, porque os olhos podem cegar
de ver tanto amor."
É uma bonita história de amor, só é pena ter um final triste...e eu não gosto nada de finais tristes..
publicado por Marisa às 09:24
link do post | comentar | ver comentários (19) | favorito
|
Quarta-feira, 14 de Fevereiro de 2007

Que dia é hoje??

Parece que hoje é dia 14 de Fevereiro, aquele dia muito importante do ano em que o meu amigo Rui do Barreiro, aquela bela localidade da margem sul, faz anos!! PARABENS RUI!!

Para além do aniversário do Rui também é Dia dos Namorados. Aquele dia em que todos os namorados gostam de comemorar o amor comprando uma prendinha para o seu respectivo. Apesar de não ir comprar nada para ninguém por razões óbvias, gosto de saber o que o pessoal vai comprar. Do que tenho visto ao longo dos anos, as meninas são as mais preocupadas, porque ainda falta quase um mês e já começam a pensar na prenda; mas os rapazes, aqueles que se preocupam em comprar algo, são uns queridos. Habitualmente, as raparigas vêm os rapazes como seres desprovidos de romantismo, capacidade de escrever e dizer coisas bonitas e capacidade de pensar no que há-de comprar, mas, por vezes, espantamo-nos (e muito!) quando vemos um rapaz a pedir conselhos às amigas e a mostrar todo contente o que comprou para oferecer à namorada. Nós, as amigas, ficamos todas babadas e a dizer "também queroooooooo!", quando vemos os rapazes a fazer isso!

Um dos ingredientes essenciais numa relação é o beijo! Hoje, na minha viagem habitual de 29, vinha a ler um dos muitos jornais gratuitos disponíveis logo de manhã, quando encontro uma página dedicada aos beijos mais famosos da Sétima Arte. O artigo falava da influência dos beijos cinematográficos nas pessoas e dava alguns exemplos de filmes, como: "E tudo o vento levou", "Casablanca", "Top Gun"....O meu preferido, que vinha também nesta lista, é o do "Homem Aranha 1". Aquele beijo que a Mary Jane dá ao Homem Aranha, estando ele de pernas para o ar, está lindoooo! Para mim, é dos beijos mais bonitos que já vi em cinema.

Como hoje é dia de celebrar o AMOR vou por aqui a letra de uma música que descobri no Hi5. Chama-se "Unbelievable" e é do Craig David! Gosto imenso desta letra...

Always said I would know where to find love, 
Always thought I'd be ready and strong enough, 
But some times I just felt I could give up. 
But you came and you changed my whole world now, 
I'm somewhere I've never been before. 
Now I see, what love means. 

It's so unbelievable, 
And I don't want to let it go, 
Something so beautiful, 
Flowing down like a waterfall. 
I feel like you've always been, 
Forever a part of me. 
And it's so unbelievable,
to finally be in love, 
Somewhere I never thought I'd be. 

In my heart, in my head, it's so clear now, 
Hold my hand you've got nothing to fear now, 
I was lost and you've rescued me some how. 
I'm alive, I'm in love you complete me, 
And I've never been here before. 
Now I see, what love means. 

It's so unbelievable, 
And I don't want to let it go, 
Something so beautiful, 
Flowing down like a waterfall. 
I feel like you've always been, 
Forever a part of me. 
And it's so unbelievable,
to finally be in love, 
Somewhere I never thought I'd be. 

When I think of what I have, and this chance I nearly lost, 
I can't help but break down, and cry. 
Ohh yeah, break down and cry. 

It's so unbelievable, 
And I don't want to let it go, 
Something so beautiful, 
Flowing down like a waterfall. 
I feel like you've always been, 
Forever a part of me. 
And it's so unbelievable,
to finally be in love, 
Somewhere I never thought I'd be. 

Now I see, what love means.
Espero que gostem...
Feliz Dia dos Namorados!
publicado por Marisa às 13:15
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Terça-feira, 13 de Fevereiro de 2007

Dia dos Não-Namorados

Como é de conhecimento nacional, não fosse os anúncios na TV e as montras das lojas estarem pintadas de vermelho, amanhã, dia 14 de Fevereiro, é Dia dos Namorados.

É um dia bonito! É dia dos casais de namorados estarem juntos, tipo lapas, o dia inteiro; de trocarem prendinhas; de trocar juras de amor eterno; e de trocar fluídos corporais, vulgo beijos. Se amanhã houver um novo tremor de terra, e se desta vez for sentido no país todo, não se admirem, é porque há muitos casais muitos casais a celebrar O AMOR!!

Não sendo uma rapariga muito namoradeira nem muito desejada pelo sexo oposto, em 22 anos de experiência de vida, os meus Dias dos Namorados foram passados sozinha. Sozinha, mas com prendas e cartinhas. Recebi algumas cartinhas, que ainda guardo para mais tarde recordar, e recebi uma rosa quando andava no 10ºano. Uma rosa cor-de-rosa (bonita conjugação de palavras!) que durou 15 dias dentro de uma jarra e que me foi oferecida por um colega de turma, que neste momento é um grande amigo e um homem casado, e bem casado! Eu agradeci a rosa, mas não aceitei o pedido de namoro, porque via o rapaz como amigo, que é o que ele é hoje. As coisas entre amigos, mais do que amizade, sempre me pareceu um pouco complicado....

Actualmente, encontro-me sem namorado e sem possível ocupante do lugar. Já que este blog pertence-me podia utilizá-lo para pôr aqui um anúncio do tipo "Procura-se Principe para relacionamento sério....", mas...além de ficar muito mal, essas coisas não se procuram, encontram-se e ponto final. Tem de haver um clique, uma quimica e ponto final parágrafo!

Como o assunto "Dia dos Namorados" não me interessa muito andei a pensar, a pensar e lembrei-me...Se se comemora tantos dias "Dia do Pai", "Dia Mundial da Criança", "Dia dos Namorados", porque é que não há um Dia dos Não-Namorados?? Porque é que não há um dia para mim? Porque é que não há um dia em que se comemore a felicidade que é ser solteira e boa rapariga?

Claro que ter namorado é uma coisa bem interessante. Sabe bem ter alguém ao lado pelo qual se sente algo muito especial e saber que se é retribuido. Sabe bem ter alguém que basta um olhar e sabe o que queremos e o que temos, que está ao nosso lado nos momentos dificeis e que nos complementa. Sou apologista de uma paixão/amor saúdavel, sem ciúmes doentios, imposições, sem perseguições e análises diárias ao guarda-roupa e mensagens de telemóvel. Na minha opinião, que gosta/ama confia e por isso não tem que andar a remexer em certos aspectos e a esconder amigos e coisas que faz!

Como estava a dizer...ter namorado é uma coisa bem interessante, mas não ter namorado também tem coisas interessantes. Somos livres, pois fazemos o que queremos; somos ricos, porque não gastamos dinheiro em cinema, gasolina e prendas; e somos umas pessoas bem simpáticas. Posso ser solteira, mas não sou frustada, nem encalhada, sou apenas uma boa rapariga!

Viva às pessoas que não tem namorado!!

E...felicidades às pessoas que já encontraram a sua alma gémea, principalmente aos casais meus amigos, em que assisti e participei  na história deles. Só tenho pena que os casais que eu juntei não continuem juntos, mas eu sou boa cupida, sou mesmo!!!! Só me falta mesmo a certificação do meu SGQ segundo a ISO 9001...

publicado por Marisa às 10:39
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
|

Como sou EU, segundo a Numerologia

O meu amigo, e big brother, Nuno mandou-me um mail muito interessante. Insere-se o nosso nome completo, data de nascimento e género e sai um pequeno texto sobre nós, sobre a nossa personalidade, segundo o que diz a Numerologia.

Aqui fica o texto copiado:

Nome: ANA MARISA

Idade: 22 anos, 2 meses e 9 dias.
Signo: Sagitário
Planeta regente :Júpiter
Elemento :Fogo
Número de Ambição : 1

Número de Personalidade : 7

Número de Expressão: 8

Número de Destino: 11

Segundo seu dia de nascimento.....

Você é uma pessoa firme, determinada e, por vezes, até obstinada. Não gosta de mudar seu pensamento nem seus métodos. Suas aptidões te levam para o terreno das coisas práticas, no qual você é uma pessoa batalhadora, sistemática, leal e conscienciosa. Você diz sempre a verdade, mesmo quando a ela não é agradável e, por isso, às vezes arranja inimigos. Você é uma pessoa emotiva, mas está sempre se controlando, e os outros, não percebendo isto, não retribuem seus sentimentos de amizade. Vai sempre até o fim. Assim, qualquer trabalho que exija atenção, disciplina e resistência se adaptam perfeitamente a você. Sua realização provavelmente está no mundo dos negócios.

A sua ambição é ....

Realizar coisas, assim como de encorajar, aconselhar e orientar outras pessoas.

Você é...

Introvertida, pensadora, mística e filosofa. Criadora e artista. Individualista e silenciosa.

Segundo seu número de Expressão....

Utilizando seu olho clínico para perceber o valor real das coisas. Deverá ser capaz de atuar de forma autoritária, perspicaz e preparada para trabalhar duro até atingir seus objetivos.

Segundo seu número de Destino ...

Seja alguém intuitivo. Você deve aprender a confiar na sua intuição, orientando sua inteligência original e inventiva para terrenos práticos, extraindo benefícios de suas ideias. Você, certamente, não terá uma vida obscura, mas encontrará durante sua vida várias formas de oposição. Correntes místicas, com seus adeptos, cruzarão o seu caminho em algumas fases de sua carreira e, quando isto acontecer, você deverá deixar que a sua intuição te oriente. Isto acontecerá porque sua personalidade será sempre atraída pelas coisas incomuns, apesar das consequências. Portanto cuidado. Será alguém bem sucedido se adotar uma atitude filosófica diante da vida, deixando-se guiar sempre pela própria luz interior. Vencerá as adversidades, se permitir que as poderosas vibrações de seu destino te transformem de uma pessoa sonhadora e excêntrica, sem senso prático, em outra lutadora, dotada de espirito crítico e de poder de comando.

Do que li, há muita coisa que faz sentido, como "Não gosta de mudar seu pensamento nem seus métodos"  e  "Você é uma pessoa emotiva, mas está sempre se controlando".

publicado por Marisa às 09:38
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Sexta-feira, 9 de Fevereiro de 2007

Votar em consciência

Faltam dois dias para o referendo sobre o aborto.

À 9 anos, houve o primeiro referendo em Portugal sobre esta questão que faz pensar e falar tantas pessoas. Nessa altura, o Não ganhou. Agora, passados alguns anos e alguns pedidos de modificação da lei do aborto, vai haver novo referendo e todos os portugueses devem ir votar. Em 1998, ainda era menor, por isso a questão do referendo e do aborto passaram-me um pouco ao lado, mas agora, com 22 anos, já vejo as coisas de maneira diferente, já tenho opinião e devo manifestá-la através do voto.

Depois de dar a minha opinião em alguns blogs que há por aí no mundo virtual, acho que está na hora de manisfestá-la aqui no meu blog. Muitas das coisas vou escrever aqui, já escrevi em outros blogs.

As pessoas tem livre arbitrio, por isso acho que cada uma tem o direito de pode escolher o caminho que quer, de fazer o que querem, mas isso implica também aceitar as consequências dos seus actos.

Eu vou votar Não no referendo, não por ser contra a despenalização, mas sim por ser contra ao aborto. Fui educada para respeitar a opinião dos outros, por isso respeito as mulheres que tomam a decisão, que com certeza não é de ânimo leve, de fazer um aborto por malformação do feto, perigo para a saúde da mulher ou até mesmo por questões financeiras, e acho que não devem sofrer qualquer tipo de pena por isso, já lhes basta a sua consciência. Mas se há mulheres que abortam devido a problemas financeiros, há também muitas que o fazem como método contraceptivo e é nesse aspecto que eu não consigo concordar.

Sou filha única. Depois de mim, a minha mãe ainda engravidou duas vezes, mas não tenho irmãos, porque ela sofreu dois abortos espontâneos e perdeu os bebes. Se calhar isto é puxar um pouco ao sentimento, mas enquanto alguns casais querem muito ter filhos e não podem, há outros que podem, mas não querem…por vezes, a vida é um pouco injusta.

Acho que o voto no Não é um voto egoísta. Na minha opinião, existe uma atitude egoísta quando uma mulher decide por termo a uma gravidez, porque num momento movido pelo prazer esqueceu de se proteger ou porque embarcou numa relação efémera de uma noite e também não se protegeu, esquecendo-se das consequências. O meu principal motivo por ir votar Não, é isso mesmo, não concordo quando há mulheres que abortam como método contraceptivo. Os contraceptivos devem ser pensados antes do acto e usados durante o mesmo, não depois!

 

Mesmo que o Sim ganhe, o que eu acho que vai acontecer, penso que o governo e as autoridades competentes não devem facilitar os abortos. O aborto se for pensado, deve ser visto como ultima das últimas soluções. Defendo que devem ser dadas condições antes de se pensar nessa solução: implementar, mas a sério, a educação sexual nas escolas; e dar incentivos ou ajudas financeiras a quem não pode criar os seus filhos.

Para além da opinião sobre a minha intenção de voto também quero partilhar algumas coisas que eu tenho vindo a analisar e a pensar. Existem vários argumentos que algumas pessoas que vão votar sim que usam contra as pessoas do Não que eu não concordo. Sinceramente, para mim isso até nem são argumentos são, de certo modo, desculpas.

Uns dizem que quem vai votar Não são os católicos. Sim, eu sou católica e sim vou votar Não. Não vou votar Não só porque sou católica e oiço os padres durante a missa, vou votar Não, porque sei pensar por mim e tenho opinião formada.

Outros dizem que os padres não devem fazer propaganda pelo Não nas missas. Durante a homiliia em que se comenta as leituras ou os evangelhos também não concordo, mas no fim da missa porque não um padre dar a sua opinião?? Se há líderes politicos, actores, músicos, humoristas, dão a sua opinião e até a mostram na televisão, porque não um padre pode defender a sua??

Por fim, há pessoas que defender o Não ao aborto é coisa demodé, uma coisa antiga e o que está na moda é dizer Sim ao aborto. Isto não é uma questão de estar na moda, ser actualizado e estar à frente, é uma questão de valores e principios e cada pessoa tem e defende os seus. E isso não é uma coisa que passa de moda...

Não apelo a que votem no Não. Apelo que votem em consciência, no que acham melhor para o futuro...

 

publicado por Marisa às 13:34
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Quarta-feira, 7 de Fevereiro de 2007

Já foi à 10 anos!!!

Estava a passear no Youtube e a pensar que video poderia ver para me distrair durante a hora de almoço, quando me lembrei dos Backstreet Boys! O primeiro video que me apareceu foi o "Everybody" do CD "Backstreet's Back". Tantas vezes que eu vi e revi este video lá em casa, nem sei como a fita da cassete nunca se partiu...

Este video traz-me muito boas recordações! Andava eu no 8º ano, quando a professora de Inglês pediu para nos juntarmos em grupos e fazer um trabalho sobre alguém que nos admirassemos muito. Eu e as minhas amigas, a Carina, a Carina Alexandra e a Vanessa lembramo-nos logo de fazer sobre os Backstreet Boys. Como eles eram cinco pedimos ao nosso amigo Pedro Pinheiro para se juntar a nos e ele, claro, juntou-se.

Supostamente, a parte mais importante deveria ser o texto em inglês que deveriamos fazer sobre os Backstreet Boys, mas nós mal pensámos nisso. Importante era ensaiarmos uma coreografia gira para no fim gravarmos e mostrarmos à turma. Durante tardes a fio, a sala da minha casa foi a sala de ensaios. Fechavamos a porta da sala, punha o som bem alto e o cd tocava vezes sem conta. Foram dias muito giros, divertimo-nos os 5 imenso.

Por fim, poucos dias antes do prazo de entrega do trabalho acabar, eu fiz um texto em inglês à pressa que consistia numa entrevista aos Backstreet Boys numa vinda a Portugal e gravamos o video. Aquilo foi quase quase profissional! O Pedro como era rapaz não teve que mudar muito, mas eu e as minhas amigas vestimos os nossos fatos de treino (aqueles dos botões de lado) e amarrámos o cabelo dentro de um chapéu virado ao contrário. Lindo! Quando passámos o video numa aula, ninguém me reconheceu disfarçada de AJ: tava de óculos escuros e de bigodinho e pêra pintados com lápis!

Foi um dos trabalhos que me deu mais gozo fazer!

Quando fui ver à Wikipédia em que ano tinha sido lançado esse albúm dos BSB fiquei de boca aberta: 10 anos!!! Eu tinha 12 anos naquela altura, era uma menina, mas já me sentia muito crescida!

Quando o tempo é vivido com alegria e  em boa companhia, nem se dá por ele passar!

Queria ter posto aqui o vídeo, mas não sei como isso se faz, por isso aqui fica o link...

http://www.youtube.com/watch?v=bev53HnN4Mk

 

publicado por Marisa às 13:25
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
|
Terça-feira, 6 de Fevereiro de 2007

Diário de uma Estagiária

Quem me conhece ou lê o meu blog sabe que eu, neste momento, ando a estagiar. Sou uma Sra. Estagiária, como costumo dizer!

Gosto muito do sítio onde estou, pois para além de me tratarem muito bem, ainda me puseram à vontade para fazer perguntas sobre coisas que eu não percebo e à disposição muita bibliografia para eu fazer o meu Relatório de Estágio.

Quando mandei 3 currículos naquela segunda-feira, dia de praxes, nunca pensei que na quinta-feira da mesma semana me telefonassem logo para marcarem uma entrevista. Fiquei muito contente, porque nunca pensei que me telefonassem tão depressa e de um sítio onde eu gostava de ficar. Felizmente fiquei e desde dia 27 de Outubro que sou uma Sra. Estagiária!!

Na minha perspectiva, é sempre bom fazer um estágio antes de acabar o curso e entrar no tão falado mundo do trabalho. Fazendo uma analogia com um contrato de trabalho, o período de estágio é como o período experimental, em que serve analise e de adaptação à empresa e qualquer das partes pode acabar com o contrato. A vida de uma empresa é muito diferente do mundo da escola, a que estamos habituados desde pequenos. Na empresa o trabalho não conta para nota, mas conta para o nosso desempenho, para a nossa motivação, para nossa afirmação como adultos...

Hoje foi me entregue uma "catefrada" de livros. Parece que é agora o principio do fim...parece que é agora que vou começar a pesquisar livros, para começar a escrever o meu relatório e em Julho, se Deus quiser, acabar o meu curso.

É favor não incomodar pois há um cérebro em aquecimento!!!!

publicado por Marisa às 13:54
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Segunda-feira, 5 de Fevereiro de 2007

Sou dextra, mas...

Depois de um post algo virado para a política nacional, hoje apetece-me escrever sobre uma dúvida, que talvez seja um pouco parva, mas que me tem assolado nos últimos tempos.

Desde que aprendi a escrever com 5 anos, que me tomo como uma pessoa dextra, pois utilizo a mão direita para o fazer. Para além disto, também seguro qualquer objecto, como o telemóvel ou um copo, com a mão direita. A única coisa que sempre me fez alguma confusão é não conseguir usar o relógio no pulso esquerdo, como qualquer pessoa dextra usa. Ao principio bem tentei, mas quando necessitava de ver as horas o meu olhar ia sempre para o pulso direito, então decidi passar oficialmemte a usar o relógio na mão direita. Além de ser esquisito, confesso que é algo incomodo quando uso certos relógios, o que me leva a tirar o relógio preciso de escrever.

A algum tempo atrás, comecei a reparar numa coisa que nunca tinha reparado, pois fazia-o instintivamente e sem problemas:  para abrir garrafas ou pacotes de sumo grandes utilizo a mão direita para segurar a garrafa e esquerda para rodar a tampa. Só comecei a reparar nisto, quando comecei a não conseguir abrir a tampa dos pacotes grandes do Compal de perâ (eu adoro compal de perâ!!) e pedia à minha mãe ou ao meu pai para o fazer. Uma, duas e três vezes, os meus pais ainda me fizeram esse favor, mas depois começaram a gozar comigo e a dizer que estava armada em fina e que já não era nenhuma criança e que devia conseguir abrir os meus próprios pacotes de sumo. Mas é mentira!!!! Eu não consigo mesmo abrir aqueles pacotes...Tanto com a mão esquerda, como com a mão direita não consigo abrir. A minha mãe pensou que eu não conseguia abrir, porque estava a faze-lo com a mão errada e disse para experimentar com a direita, mas ai foi pior a emenda que o soneto, com a mão direita nem força tenho. Agora lá em casa sou alvo de chacota dos meus pais, porque a "menina" só consegue abrir rolhas/tampas com a mão esquerda, coisa que nem eu, nem eles tinhamos reparado.

Será que uma pessoa pode ser dextra para uma coisa e canhota para outra??

Será que os senhores da Compal poderiam usar um pouco menos de força nas tampas??

publicado por Marisa às 10:26
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|

*links